[Mamãe na Prática] - Estou grávida e me sinto insegura e cheia de dúvida. O que fazer?

by - fevereiro 04, 2018



Olá! Aqui quem fala é a Heidy!

Para quem ainda não sabe, agora sou mamãe de uma linda menininha. A minha filhota se chama Natasha (apelido Nana) e nasceu no dia 19/08/2017 e está com 5 meses e 2 semanas.

A experiência da gravidez e dos primeiros meses da minha princesinha me trouxeram muitas novidades e aprendi muita coisa nesse tempo! E essa experiência mexeu muito comigo. Hoje vejo a vida com outros olhos.

Nesse último ano, aprendi tanta coisa nova que me espantei com a quantidade de coisas que não sabia sobre gravidez e cuidados com o bebê, até que passei por elas.

Foi tudo uma grande descoberta para mim!! E continuará sendo, pois a cada etapa, aprendo novas coisas com o desenvolvimento da minha fofinha =D

Em muitos momentos, me senti um tanto insegura... e o que me ajudou muito foram os fóruns de mamães (já já falo mais sobre eles).

E pensando nisso, resolvi começar a relatar como foi minha experiência na gravidez e nos primeiros meses da minha pequena.

ps: vocês vão perceber que tenho o hábito de chamar minha filhota por inúmeros nominhos e adjetivos diferentes. É uma coisa que eu tenho rss. 

Meu objetivo não é orientar ninguém, pois afinal de contas, não tenho tanta experiência assim. Mas, simplesmente compartilhar um pouco da minha jornada.

Ler os relatos de outras mamães me ajudaram muito, porque é tanta coisa que acontece e tanta novidade que impressiona.

E não tinha sensação melhor de ver que mais 50 mamães gravidinhas sentiam a mesma coisa que você rss.

Como comentei, eu não tinha nenhuma experiência sobre o assunto. Para falar a verdade, nunca acompanhei uma gravidez de perto. As informações que eu tinha era as básicas que aprendemos na escola e que vemos em filmes e novelas.

"E com bebês?"... Piorou. Ai era zero informação mesmo rss. Para vocês terem uma ideia, o último bebê que chegou na minha família e que tive um contato considerável, nasceu a mais de 20 anos atrás! Eu tenho 31 anos, ou seja, na época eu tinha 11 anos rss. Não preciso falar mais nada né hahaha.

Bom, mas assim que descobri que estava grávida, nos primeiros momentos, comecei a procurar no nosso querido Google sobre as sensação que temos no início da gravidez.

Muitas pessoas criticam o uso do Google para pesquisar sintomas e tals, mas eu acho que ele ajuda muito muito mesmo. Claro que temos que ter discernimento, pesquisar bastante e ver as várias vertentes sobre o mesmo assunto. Não é muito legal ver uma única página e já pegar aquelas informações como verdade.

E nas minhas buscas, conheci um fórum feito especialmente para as mamães relatarem suas experiências e poderem conversar com outras mamães. Basicamente é um local em que as mamães se ajudam.

O nome desse fórum é Baby Center e eu recomendo muuuuuito ele. Vou deixar o endereço dele aqui:


Ele tem o grupo das tentantes, gestantes e mamães com os bebês já nascidos. Além de ter uma área com vários artigos muito interessantes.


Particularmente, eu sempre gostei muito de pesquisar. Quando quero saber de um assunto, pesquiso as várias visões sobre aquele assunto. E quando você tem a oportunidade de ler o relato de 20, 30, 50 mamães, acho que isso enriquece muito a nossa perspectiva. 

E sempre que alguma mamãe comenta comigo que está perdida e com muitas dúvidas, eu logo recomendo.... "faça parte de um fórum de mães!!! Isso vai ajudar d+!"

Minha mãe, tentou me ajudar no que ela pode. Ela tentava lembrar o que ela sentiu nas duas gravidez, mas tadinha, isso foi a 31 anos atrás... ela realmente não conseguia lembrar de muita coisa mais. Mas, uma coisa ela sempre comentou... "naquela época não tinhamos tanta informação como vocês tem hoje e isso é maravilhoso. Nós fazíamos as coisas como davam, e hoje vocês conseguem pesquisar e saber o que fazer". E esse comentário da minha mãe me chamou muito atenção. 

Bom mamães, esse é o primeiro relato de muitos outros que virão por aí!

Beijo grande!

Heidy (mamãe de 1ª viagem)



OBS: Queridas, algumas observações importantes:

* O objetivo desses relatos não é orientar ninguém sobre como agir ou o que fazer.

* Em caso de problemas, sugiro que procure um médico ou alguém com vasta experiencia sobre os assuntos.

* O meu objetivo é apenas compartilhar experiencias e relatar coisas que aconteceram comigo.






INSCREVA-SE EM NOSSA LISTA

Receba as novidades da Sakura Origami Ateliê: Lançamentos e promoções,  vídeos de faça você mesmo, posts da "mamãe na prática" e muito mais.

* indicates required

You May Also Like

0 comentários

Muito obrigada pela sua visita!